25 de nov de 2008

"Irajá = Mel que Brota"


Depois de diversas críticas, piadinhas e comentários maldosos, resolvi fazer um texto em defesa do bairro onde eu vivo.

Irajá é um ótimo bairro, não me vejo morando em outro lugar. Pode não ser o bairro mais bonito, não ser um bairro onde moram pessoas de classe alta, mas é um bairro que é mais seguro que os outros pensam e um ótimo lugar para viver.

É um bairro histórico, que no passado era bem maior do que é hoje. Vila da Penha, Vista Alegre, VAZ LOBO e alguns outros bairros eram parte de Irajá.

Talvez por não ser tão conhecido como outros bairros, como a Tijuca por exemplo, sofro com algumas piadas, mas não ligo, levo na esportiva, pois tenho muito orgulho de morar aqui!

Aonde mais encontraria os salgados do Reinaldo pipoqueiro, ou o boteco do Fernando que nem do Fernando é mais.

Para mim Irajá é o melhor lugar para se morar no momento. Por isso que digo:

"Irajá, algum dia, irá dominar o mundo!"

24 de nov de 2008

Não perca tempo!

Estou aqui sem nada pra fazer, depois de uma tarde agitada. Febre, shopping, conversas, meu time cada vez mais na 2ª divisão.
Me pergunto o que fazer. A resposta vem imediatamente com a janelinha do msn subindo e me informando: " Clarinha master desenrolation ('.') Can I be electric too? está Online! ". Pergunto: "Clarinha você já atualizou nosso blog?" ela me responde:"Aaah, vou lá ;] ".
Ela deu uma melhorada nisso daqui, não é que ficou mais bacana, mais alegre, colorido, mais bonito. Deu até vontade de escrever.
Noite friiiiiiia, garganta ainda doendo, me pergunto por que escrever isso, sabe que eu não consigo encontrar uma resposta, acho que é só pra arranjar alguma coisa pra fazer.
Bom, cansei, não vou mais perder tempo escrevendo esta merda. Desculpa se você perdeu tempo lendo, espero de verdade que não tenha perdido.
Vou deitar, amanha vou receber mais uma nota, apenas uma confirmação do que eu já sei, PAF de geografia. Espero que o dia amanhã seja bom, cansei de dias cansativos.
Bom, agora vou mesmo.
Boa noite!

20 de nov de 2008

Entrando no clima...

Hey, everyone =)
Já que os meus dois companheiros já tão no clima da PAFolia 2008, também vou entrar.
Tô toda nervosa, mudando de opinião de 5 em 5 minutos. Uma hora eu acho que vou ficar reprovada, na outra acho que vou passar de ano, na outra eu quero mais é que tudo se exploda, na outra eu quero fazer logo as provas, na outra quero que demore bastante a passar o tempo...
Putz, que droga :S
O mais importante é que, eu tô aprendendo que, se eu não estudar ferra tudo. Ano que vem vou ser uma aluna melhor! Vou estudar mais, vou conversar menos, fazer mais exercícios, etc, etc.
Enfim, NO CAMINHO DA PAF EU VOOU, portanto, tenho que estudar ;D

Beijão.

PS: Postagem um tanto quanto tosca, mas ultimamente tenho guardado todas as minhas forças pra matemática e desenho. Então, não liga =D

18 de nov de 2008

E no caminho da PAF... eu vou

Lá vou eu, me levo por neurônio sem ação(sem ação)
Sou um aluno bagunceiro
Mato aula com os parceiros
Adeus chance de passar (PI)
Quem sabe eu tiro um 3
É pra chorar ou sorrir
Mas que se dane, até dezembro eu to ai

E no caminho da PAF
Eu vou
Na aula eu to com sono
Eu to
A PAF é minha esperança, oportunidade
E nem colando eu vou ter chance de verdade
2x

Em cada apoio que faço
Eu vejo retratos
Da Pafolia
Momento PG trifosfato
Estuda tudo isso
Que agonia

O primeiro ano inteiro
Lotando a PAF
Vai ter gente até no hall
Vou estudando Biologia
Refazendo a Ivalista
Comendo NescauBall

Osmose, as funções
Movimento acelerado
Primeiro ano inteiro
Antes de outubro já sabe que tá ferrado
2x


Compositor: Bigodin da PAF
Intérpretes: Pikapau, PP, TokoMan, Puta Ruiva etc

14 de nov de 2008

PAFolia 2008! Eu vou!

Está chegando o evento mais esperado do ano, pelo menos por grande parte dos alunos do Colégio Pedro II, a PAFolia 2008.

Lá vão estar todo o tipo de gente, branco, preto, burro, esperto, bonitos, feios. Vai ter gente que vai pela primeira vez, existem pessoas que gostaram tanto da primeira que não poderiam deixar de ir esse ano e ainda tem aqueles que consideram a PAFolia uma tradição e já confirmaram presença.

A quantidade de shows você escolhe, pode ser 1, 2, 3 e até 12, basta ter força de vontade.

Shows dos mais variados artistas. Entre as principais apresentações estão Profº Ivail, apresentando sucessos como P.A. de 2ª ordem e Função Quadrática em um Ivashow com mais de 1.000.000 de expectadores. Serginho do Blogue apresenta as músicas Momento, Força Centrípeta, Lançamentos de Projéteis e muiito mais. A dupla sertaneja Diva e Soraia vem com Balanceamento de Equações para a galera liberar geral. Tem ainda o galã Pedro Paulo liderando um debate sobre a diferença entre Explosão e Transição demográfica. Para os maconheiros de plantão Zulena interpreta os maiores sucessos pré-socráticos de todos os tempos. Ainda tem Tio Tarcísio, Maria Soninho Beatriz, Begoña, e muito mais.

Não perca, embarque nessa aventura emocionante comigo e com muitas outras pessoas, eu já estou nessa, garantido em pelo menos 3 shows.

Espero te ver lá! ;)

7 de nov de 2008

Era uma vez...

... um menino. Esse menino tinha uma família muito grande, mas muito feliz. Morava com seus pais, que ensinavam tudo o que o menino precisava saber para viver, tinha duas irmãs, irmãs que o menino pertubava mas pelas quais ele faria tudo, esse menino tinha também seus avós, primos, tios e tias, com quem aprendia um pouco mais a cada dia.
O menino teve uma infância muito feliz no bairro onde morava, bairro que, apesar das piadinhas, o menino tinha muito orgulho de lá viver. Uma infância na qual o menino aprendeu, com algumas boas porradas de vez em quando, o que era bom e o que era ruim, aprendeu a fazer amigos, entre eles o melhor, que até hoje está com ele nas práticas esportivas e nas conversas de 942, e aprendeu a se divertir.
Na 5ª série esse menino entrou para um novo colégio, colégio de muita fama, considerado de ponta. O menino estudou nesse durante 4 anos. Esses 4 anos foram para o menino os mais especiais de sua viida. Naquela escola o menino aprendeu, se divertiu, amou, fez amigos, fez os melhores amigos, a irmãã, o negão, o mongol, a mongol, a companheira de 296, a mãe e muiiiitos outros. Foi muito difícil para o menino saber que não ia poder conviver com esses amigos todos os dias, mas foi um alívio saber que as amizades continuaram as mesmas.
O menino foi transferido no Ensino Médio para uma outra unidade do mesmo colégio, unidade considerada a mehor em relação a aprendizagem. No início o menino não queria gostar de nada nem de ninguém naquele colégio, mas percebeu a tempo que não tinha jeito, era lá que ele estudava e ele tinha que aceitar isso. Conheceu pessoas sensacionais que se tornaram especiais assim como os outros. Conheceu um certo pássaro que alegra suas votas para casa, conheceu melhor uma chata que continuou chata, mas que se tornou um,a chata muiito amada, o menino conheceu também a figurinha repetida, o sonho da padaria, o capô de fusca, o cabeção, e outros, entre eles seus companheiros de time, com quem aprendeu que se você realmente quiser algo você consegue.
E assim vive o menino, ainda no bairro de sua infância que ele tanto ama, convivendo com os velhos e novos amigos, com sua família ainda grande e com quem ainda aprende muita coisa. O único desejo do menino é que ele possa viver da mesma maneira que vive agora, feliz para sempre!

3 de nov de 2008

A Grande Soneca

Diretamente da aula de português, um saco. Oh aula chata, é uma falatório que não acaba nunca, e eu, como sempre, não entendo nada! Num mundo tão moderno na educação, como em todas as outras coisas, ainda possui professores que utilizam métodos de ensino aplicados na época dos meus pais. Época em que todas as aulas eram monótonas.

Profº M. Beatriz nos dar aulas pensando que está numa sala de faculdade, onde todos devem apenas ouvi-la durante um longo e tedioso tempo de uma hora e meia. Um SACO!

Difícil, ou quase impossível, achar uma aluno do primeiro ano que goste de suas aulas, que tenha vontade de entrar em sala para ouvi-la. Não discordo que ela possua muita cultura e conhecimento sobre tudo, mas as aulas dela não são nem um pouco prazerosas, agradáveis e/ou entusiasmadas. Muito pelo contrário, um ótimo sonífero para uma soneca de sala de aula.

O que se fazer quando você está presente numa aula assim?

Dormir, se suicidar ou escrever ( xD ), como estou fazendo agora. Nunca morri, mas, provavelmente, não deve ser mais chato que a aula. Depois que vocês lerem esse post e que tenham aula com a própria, perceba que em volta de sua sala no momento da aula, menos de 20% da turma está prestando atenção no que ela diz.

Uma das minhas maiores inspirações para passar de ano, é não ter mais aula com ela, na boa, porque ela não se aposenta cara? Não ta na hora não?

Coisas muito melhores para fazer, cuidar da saúde, dos filhos, plantar uma árvore, se mas...-censurado-, brincar de pedra, andar de triciclo ou até sei lá, comprar um orfanato... Mas não, ela tem que nos... Viu? Acabou de me mandar guardar o texto! Oh Chatice!



Escrito das 13h20min até as 14h02min. Editado às 20h40min.